Outono
O outono encontra-se no seu ápice: folhas pintam o chão, os dias tornam-se cinzentos e nublados por quase todos os continentes. Em Áquilla do Sul e Ymir, as famílias prosseguem com suas colheitas, período no qual a produção dos campos, pomares e vinhas é colhida. Os celeiros, terreiros e prensas de vinho e azeitonas trabalham a todo vapor. Semanas e meses de suor empregados no solo finalmente são recompensados. As temperaturas vão caindo gradativamente, e o mês de Lancel vem preparando a todos para o início do inverno.


LANCEL, ANO 501
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
Add Reply
New Topic
New Poll

 Ambientação
Wrath of the Righteous
 Posted: Feb 9 2017, 12:49 PM
Quote
If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    O INÍCIO

    O fim? O mundo passou tão perto da linha de sua destruição que é um milagre estarmos aqui hoje. O que aconteceu? Você por acaso não lê os livros da nobreza? Irei te contar essa história apenas uma vez, então preste muita atenção.

    “Os humanos eram um veneno terrível para o planeta, e não que ainda não sejam. A ambição do homem, junto de suas tecnologias causaram impactos quase que irreversíveis em todos os continentes. Desastres naturais eram constantes, fazendo com que nenhum lugar fosse seguro para ninguém. Por meio das novas tecnologias eles tentaram reverter o que tinham causado, porém a verdadeira intenção era a possibilidade de brincarem de serem deuses do universo. E de certa forma eles conseguiram. Porém, destruíram todo o equilíbrio da vida. No ano de 2158 o Cataclismo aconteceu.

    Em todos os lugares do mundo, de uma só vez, as catástrofes começaram, de forma que não foram previstas por nenhum dos cientistas. O pouco dos animais que ainda restavam saíram de seus lares para poderem atacar qualquer um que aparecessem no caminho; a neve caiu em países tropicais e chuvas de raios assolaram locais que sempre foram secos. O homem também foi causador direto do cataclismo, com máquinas que geraram poderosas rajadas nucleares que destruíram cidades em segundos. Tudo aconteceu em seis dias, quase provocando o fim da humanidade. O fim só não aconteceu porque eles resolveram aparecer.

    Os Magi. Todos eram céticos em relação a existência da magia em qualquer uma de suas formas, e os magi sempre foram discretos, com todas as suas leis que impediam que usassem suas habilidades mágicas perto de humanos niilistas. Entretanto... Ao ver que a destruição poderia erradicar suas vidas, eles usaram de seus poderem para acalmar as catástrofes e conseguiram encerrar o processo de destruição da Terra. Naquele momento, os magos foram descobertos e ao invés de serem considerados uma ameaça, eram os salvadores do planeta. Eles haviam se tornado também os novos governantes do mundo. Fizeram seu Império no Continente Central, antes chamado de Europa. O primeiro rei, Eltheon Vensesllau fundou a primeira facção. Os altharians.

    Mas você sabe como os humanos são, não é mesmo? Eles deixam sempre a ambição crescer, e ela age tal qual uma erva-daninha. E você sabe o que fazemos com essas plantinhas malditas? Nós cortamos.


    HEART OF IMPURE

    Deixe-me contar uma história sobre feiticeiros… Nunca confie neles. Traição era quase uma palavra obrigatória no verbete da facção. Outrora aliado aos homúnculos para derrubar a monarquia Altharian, El-Meloi, o líder do coven dos feiticeiros meteu os pés pelas mãos com seus asseclas ao matar todo mundo no Reino de Ouro há pouco mais de dois anos atrás. Fora o sacrifício de Ivy Rhamer que trouxera a todos de volta e impediu o reinado de caos e terror, que retardou a vingança dos caídos. Não tardaria, porém, voltar a renascer das cinzas a vendetta prometida.

    Aliado aos Priests, agora os feiticeiros planejavam unir Igreja e Estado libertando poderes profanos guardados na Caixa de Pandora e assim tirar a magia dos magos. O ritual de profanação, porém, tinha sido um golpe da Sacerdotisa líder da facção e assim, mais uma vez El-Meloi sentiu o amargo sabor da traição. Os priests se revoltaram contra a própria líder e honraram suas crenças em Deus, recusando-se a serem abraçados pelos demônios do Abismo Abissal. A Catedral fora destruída mas o plano final se concretizara. Naquela noite os magos caíram.

    Era inocência da parte dele acreditar que o povo se rebelaria ante uma nova ordem mundial? Esperava o quê? Que mais uma vez hexers fossem descartados como efeitos colaterais e que mörders, beschwörers e até justines insatisfeitos com a tirania dos Altharians seguissem a sua bandeira. Mas não foi assim. Justines honraram seu compromisso de proteger os fracos e oprimidos e formaram a resistência, se refugiando em Ymir. Mörders ficaram ao lado de quem pagou mais dinheiro, kënpers e gunhëlds se declararam facções livres, priests se juntaram à revolução, e beschwörers se declararam neutros acendendo uma vela a Deus e outra ao Diabo até se verem forçados a tomar uma posição.

    Um ano e meio se passara e a soberba e o convencimento cegou os feiticeiros que por conta de seus arranjos com a Rainha Vermelha e exército de justines negros e de imortais, se via poderoso, os donos do mundo. Entretanto, por um ano e meio a resistência treinou arduamente, transformando o curso justine de cinco anos em um intesnivo de guerra de um ano, formando dezenas de soldados, os magos descobriram uma terra que outrora fora o berço da magia, local em que reaprenderam poderes agora pelo conhecimento e não pela prana de nascença.

    Enquanto isso, os wyrdenwirs se fartavam em banquetes caros, festas rococó regrada as mais luxuosas pompas e requinte e instauravam um governo de terror e sangue, escravizando magiers sem distinção e matando quem estivesse em seus caminhos apenas por serem crueis. Conseguiram tornar a facção que talvez tivesse mais odiados (Altharians) em mártires porque agora todo mundo era magier. E da empatia que a causa dos feiticeiros podia ter tido no início, nada restou.

    Na noite de Ano Novo, os beschwörers se revoltaram contra a tríade exigindo o trono de volta ao herdeiro do antigo rei das feras, Damien Dalgaard e a liderança da facção para o herdeiro de Calel - o invocador sobrevivente ao grande massacre pós Cataclismo, Ezarel Mouchemore. Com a tomada de poder, o novo rei decretou embargo ao Reino de Ouro e de Aquilla, colocando Impéria na guerra em troca de um contingente de justines para proteger as divisas do reino e a expansão das linhas férreas do rei de ferro pelo Novo Mundo. Aquilla e Ouro sem serem abastecidas pelos mantimentos Imperiais se viram passando fome e miséria.

    Dois meses antes da virada do ano, Ícarus retornou do passado com a sua Armada, sete guerreiros levados por ele antes que os magos perdessem os poderes. Na virada de ano, os feiticeiros através do traidor Memnoch Skovgaard, descobriram o caminho para Alanduria e destruíram a ilha espalhando ódio, caos e terror, enquanto os justines investiam no Reino de Ouro em uma armadilha criada por Krystoff Nowak em um jogo sórdido de gato e rato. Não contavam, porém, que os magos estivessem aptos a lutar em pé de igualdade e até superioridade e foi assim que os feiticeiros tiveram de ser salvos pelo então Imperador enquanto um contingente mörder atacava em Ymir o Condado Mackenzie, sendo derrotados pelas sete mulheres que resolveram passar a virada juntas.

    Os justines salvaram os reféns em Ouro, mesmo com grandes baixas acabaram trazendo a Imperatriz Altharian Opehlie, para casa. E enquanto a Armada se organizava para a invasão ao reino de Aquilla, Marion von Blanchett, a rainha vermelha, se casava com Krystoff Nowak, fazendo do duque negro o rei consorte de Aquilla, dando um golpe em todos os feiticeiros. Ao fim do casamento, a rainha havia selado seu sangue no marido e através dele, o controlava com a servidão, obrigando-o a atacar os próprios convidados e a mais uma vez, fazer os feiticeiros fugirem pelos portais dimensionais de El-Meloi.

    Agora reclusos em Ouro, era apenas uma questão de tempo até que a Resistência viesse até eles outra vez. Mas El-Meloi Dahëstrom não fizera daquela causa a sua vida para que uma sucessão de erros lhe fizesse perdedor no fim da linha de chegada. E agora que acabara de saber que Aquilla havia tombado e que Marion estava presa sob a guarda de Ícarus, sua Armada e os Justines, tendo seu icônico duque de volta, era hora dos feiticeiros se moverem e mostrarem a que vieram. Com um ritual colocaram Ymir fora dessa dimensão, mandando-a para uma dimensão demoníaca. Isso só serviu de atraso para a resistência, pois aqueles que estavam em Aquilla e Impéria tiveram de partir em busca de Magikä a fim de trazer Ymir de volta para essa dimensão.

    Ao fim da busca, a deusa Magikä trouxe Ymir e seus mortos de volta, baniu o Abismo temporariamente para outra dimensão e decretou que os Perpétuos e Ancestrais não mais interfeririam naquela guerra. Era hora dos homens decidirem seu destino.

    Então a resistência invadiu o reino de Ouro, no início do mês de Seymer, tomaram de volta o poder e derrotaram os feiticeiros. Mas o mundo? Ah meus queridos, o mundo nunca mais será o mesmo…


    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:50 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    DIVISÃO TERRITORIAL

    ㅤㅤNo passado recente, poucos eram aqueles que sabem o significado de nomes como “Estados Unidos da América” ou qualquer outro país que tenha feito parte do Antigo Mundo. Quase ninguém tinha noção do que era o mundo antes, e pelo menos incontáveis anos em que a humanidade passou a vagar pela terra após o Cataclismo, civilizações ascenderam e encontraram as ruínas. Porém, Cinco Reinos foram os pilares do Novo Mundo, e foram, durante muito tempo, os únicos reais sobreviventes ao Cataclismo. Ao menos era o que se pensava. Entretanto, com a Grande Guerra entre Magos e Feiticeiros, novas terras foram descobertas e hoje a geografia mundial é outra.

    ㅤㅤOs países não citados ou foram dizimados pelo Cataclismo ou transformaram-se em ilhas menores que se desprenderam pelo Globo. Para saber mais detalhes sobre cada reino, basta clicar sobre seu nome!

    REINO DE OURO

    ㅤㅤCom o fim da guerra, o Reino de Ouro voltou a ser o centro do mundo - até porque, é um dos mais desenvolvidos, apesar de tudo. Sendo um lugar influenciado diretamente pela arquitetura alemã, é um lugar que têm seus encantos. Entretanto, os reflexos da guerra trouxeram mudanças para o lugar. Se outrora era comum que apenas magos transitassem por entre as ruas, agora as facções vagam livremente sem medo, porque não há mais ameaça feiticeira ou altharian.

    CIDADE DO CÉU

    ㅤㅤOutrora a moradia de todos os Altharians, agora é o lar de todos os nobres independente da facção. Um dos lugares mais belos do mundo, é composto por mansões, palácios e outras construções de importância como o Tribunal Celeste ou o Teatro Manöver Teile. Não há mais proibição de entrada ou saída na Cidade do Céu, mas estabelecer moradia é bem caro e somente nobres têm a permissão de residir ali. É cercada por um muro dourado de dez metros de altura que delimita a proteção do distrito, sempre guardada por Justines. É em Cidade do Céu onde se encontram também alguns grandes estabelecimentos de renome, e os nobres passam a maior parte de seu tempo esbanjando por essas ruas toda a riqueza e poder que possuem.

    HELLIGKEIT

    ㅤㅤÉ o primeiro distrito de Nova Europa, que é habitado por aqueles que não necessariamente possuem um título, mas têm algum poder econômico e um dos lugares em que os nobres costumam passear e se divertir. Helligkeit é o distrito mais rico dessa parte do Reino de Ouro, possuindo as mais belas moradias e os centros comerciais de maior importância. É o único distrito que costuma ser frequentado pelas classes mais altas, por ser semelhante à Cidade do Céu. Fazendo fronteira com o enorme muro dourado que separa a Cidade do Céu da Nova Europa, Helligkeit conta com uma extensa variedade de centro de compras para os mais bem afortunados, não poupando-os de gastar o ouro precioso que possuem em suas contas bancárias. Ostentando poder através da moda ou das festas e bailes oferecidos e até mesmo da grande variedade de residências - castelos menores e mansões -, é o paraíso para qualquer um com dinheiro o suficiente para manter-se aqui. É o zip-code mais desejado de Novo Mundo e consequentemente o mais caro.

    EINFACH

    ㅤㅤO segundo maior distrito da Nova Europa não contém qualquer gama significativa de glamour, mas ainda tem lá seu charme. Anteriormente, Einfach e Helligkiet eram a mesma cidade - contudo, após o cataclisma, os magos a dividiram e criaram dois distritos diferentes. É aqui que se encontra a Estação de Dunya que liga os demais distritos e o Reino de Ouro à Ymir e ao Reino Imperial. Com a extensão da linha férrea Dalgaard de Impéria, os trens foram reativados e tudo foi reconstruído, facilitando a locomoção entre os reinos e entre os distritos. Próxima ao litoral, barcos geralmente aportam em um pequeno porto. As casas costumam ser bem próximas, com ruelas que cedem acesso a passagens realmente úteis. Embora Einfach tenha um Cinema e várias praças, é o distrito mais comercial que poderia existir: o centro conta com uma infinidade dos mais variados tipos de estalebecimentos e aqui é possível encontrar de tudo! De boate à salão de festa, de restaurante chique com cinco estrelas à uma taverna que cobra só umas duas moedinhas por aquela bebida forte (e barata). Einfach conta com um grande parque que foi reconstruído após um ataque de dragão e também foi construída uma biblioteca menor que a de Helligkiet.

    ARBEITS

    ㅤㅤÉ o único distrito que é voltado para a parte industrial. É pequeno e durante dia e noite os trens vagam por aqui, repletos de cargas especiais para as indústrias, que funcionam através do Grande Gerador mas principalmente através do uso de carvão, o que faz com que os grandes prédios soltem fumaça. Arbeits é um distrito morto: antigamente suas terras férteis foram dizimadas pelos desastres do Cataclismo, e isso gerou grande falta de produtividade quando os primeiros humanos ali chegaram. O distrito então acabou tornando-se uma barreira entre a pobreza e a riqueza, por ser o divisor entre Einfach e Bahnem. Vários trilhos de trem percorrem esses chãos, para onde muitos moradores do distrito vizinho precisam vir para trabalhar. Além disso, Arbeits não é um distrito habitável. Enormes galpões e armazéns compõem o cenário. É um lugar coberto pelas nuvens cinzentas provenientes do carvão.

    BAHNEM

    ㅤㅤO distrito da pobreza, da tristeza. O mundo pode estar mais velho, mas o que nunca muda é a divisão social que são impostos por todos os seres humanos, e aqui não poderia ser diferente. Ao contrário dos demais distritos, Bahnem é alimentada através da pobreza e desespero de seus moradores, que precisam conviver com condições de vida precárias - casas de pedras frias ou madeiras frágeis demais. Ruas de terra batida, postes que apenas funcionam através da iluminação feita por óleo de mamonas ou baleia, e as casas e seus interiores são pequenas demais para uma família grande se manter. Além disso, Bahnem conta com uma grande população de prostitutas e assassinos. Há crueldade, alta taxa de mortalidade. Há guerras de gangues Prisão dos Julgados - para onde todos os altharians capturados foram enviados para responderem por alguns dos seus crimes foi transformada em uma escola para crianças carentes que em breve seria inaugurada.

    REINO DE YMIR

    ㅤㅤMinérios e pedras preciosas são a maior fonte de economia do reino que, até onde se sabe, é o mais rico do globo inteiro na questão de “riqueza bruta”. Infelizmente, parte do continente russo se perdeu quando um enorme tsunami varreu essa área do globo - fazendo com que se perdessem alguns vizinhos do país. Ymir, portanto, acabou adquirindo um território pequeno, mas sendo o suficiente para que o reino se expandisse economicamente quando as primeiras minas começaram a ser exploradas e trouxeram a glória em minérios para o local.

    DIAMANT

    ㅤㅤDiamant é o primeiro distrito que foi fundado em Ymir: quando os magos ascenderam ao poder, foi aqui que houve maior concentração das forças Altharians. Contudo, com a queda da facção, o distrito encontrou moradores diferentes, mesmo que a queda da facção azul não tenha sido exatamente uma maioria. Até porque, os nobres de Ymir não sofreram tanto como seus semelhantes do Reino de Ouro, que foram caçados e quem não encontrou a morte e nem a fuga, tornou-se escravo. Composto por belas casas e mansões, o distrito ainda mantém sua beleza singular com as construções baseadas na arquitetura russa que mostram o poder da cidade. É no distrito de Diamant que encontram-se os melhores estabelecimentos e também a residência de muitos nobres que mantiveram o poder após a queda da família Sveenson. Com a saída de Ícarus do Reino, a família Löweschatten retomou o trono.

    GRANIT

    ㅤㅤÉ a parte do distrito que encontra-se dividida entre aqueles que conseguem se manter financeiramente e aqueles que precisam acordar todos os dias durante a madrugada para irem trabalhar - muitos até mesmo pegando o primeiro trem da manhã para trabalhar nas indústrias do Reino de Ouro. Granit não é o lugar mais seguro do reino, mas a parte norte é a que mais sofre. A pobreza encontra-se em todas as ruas da área norte do distrito, com condição baixa de vida e também uma taxa alta de mortalidade especialmente no inverno pelas temperaturas negativas e a fome em excesso dos seus moradores. A área sul de Granit, que faz fronteira com Diamant, porém, conta com uma vasta área de centro comercial que gira em torno dos minérios e conta com educação até mesmo aceitável para aqueles que não possuem professores particulares, com escolas de ensinamento básico.

    OBSIDIAN

    ㅤㅤUm distrito novo, que surgiu devido a perseguição aos Altharians. Com o fim da guerra e as reformas do reino, ganhou o charme colonial dos distritos burgueses da Revolução Francesa. É um distrito onde poucos têm acesso porque a sua condição é voltada para proteção e segurança, e encontra-se fazendo fronteira com a área norte de Granit. Não tem mais do que dez ruas, dividias entre as lojas menores, e as condições de vida são mais altas que as do local com que faz fronteira, éum distrito em ascenção. Aqui fica a resistência, afinal - e por isso mesmo eles escolheram a pedra de Obsidiana para representá-los, já que é uma pedra utilizada para produzir lâminas afiadas.

    REINO IMPERIAL

    ㅤㅤ Localizado no que outrora era conhecido por Argélia na África do Norte, o Reino Imperial é um lugar inteiramente selvagem. Com o Cataclismo, parte do que antes era parte do continente da África Subsaariana foi atingida por muitos desastres naturais, e um terremoto separou os dois continentes. Quando os primeiros magos começaram a construir o reinado, os Beschwörers mantiveram alicerce maior ali, auxiliando tanto quanto era possível e conquistando por direito o trono Imperial. A história relata que um Príncipe há muito tempo invocou criaturas que saíram de seu controle e destruíram parte do reino de Imperia - anos mais tarde, a Tríade de Invocadores formada pelos três líderes Beschwörer tomou o poder com auxílio de Feiticeiros, e por fim, assumiram novamente o Trono. Hoje, Imperia é um reino livre, sob o comando do rei Beschwörer de parentesco sanguíneo com o primeiro rei, Damien Dalgaard. É um reino emergente que ganha destaque no cenário mundial. Sua nobreza é composta EXCLUSIVAMENTE por beschwörers, sendo aceitos nobres de outra facção apenas por casamento.

    LOWË

    ㅤㅤO que antes era considerado o Lar dos Altharians hoje é o local que apenas a nobreza Imperial reside: e em sua maioria, eles são Invocadores. Com a ascensão dos Wyrdenwinrs ao trono, a rebeldia dos nobres invocadores e a perda de poderes dos mesmos, a cidade de Lowë foi tomada por Beschwörers, sem qualquer repúdio, e unida à aldeia de Tigris, expandindo o território. É um cidadela que têm boa parte do tempo uma segurança absurda, com guardas por todas as partes para proteção do povo nobre. É aqui que se encontra a aldeia de vivência da elite Imperial e também é onde encontram-se alguns locais de elevado prestígio: um hospital, uma biblioteca imensa e também o Teatro, que conta com uma arquitetura bela.

    HIRSCH

    ㅤㅤCom seus mercados abertos, confecção de tecidos únicos e exóticos e também parte residência, Hirsch encontra-se em uma área mais pobre de Imperia, mas nem por isso, é menos bela. As casas são bem unidas, formando caminhos e atalhos que qualquer pessoa que tenha crescido ali conhece-a com as palmas das mãos. O que tem de bela e exótica, também ganha no charme: seus habitantes, mesmo que não tenham uma quantia imensa de dinheiro, não podem reclamar. É em Hirsch que encontra-se o porto principal e é também ali que há, ainda, o Ludus Imperial, que já foi muito utilizado no embate de criaturas místicas e agora abriga as disputas entre gladiadores, que é algo comum no reino. Além disso, Tigris tem quase sempre a maior quantidade de eventos atrativos para o povo: arena de combate, também uma variedade de estabelecimentos que são frequentados por nobres e ricos, além de contar com uma pequena escola pública para que as crianças tenham acesso a educação básica. E é também o distrito onde o rei ofereceu moradia aos justines que vieram para o reino a fim de fazer a proteção ostensiva da área.

    LUPUS

    ㅤㅤLupus talvez seja o único lugar do Reino Imperial que não é realmente bonito e agradável. Isso porque é a aldeia dos banidos, onde moram todos aqueles que fizeram alguma coisa errada ao reino - e que por alguma razão não mereceram a sentença de morte. Com a queda dos Altharians, foi construída uma área especial para aqueles que ousaram ir contra princípios ou mesmo infligiram a lei: uma prisão que é protegida dia e noite por justines. A Prisão das Sombras é um dos locais que foram construídos recentemente, mas que já contam com uma fama sombria - até porque, os boatos contam que as torturas ocorridas nesse lugar com as pessoas que cometeram crimes graves e a condição precária de vida tornam tudo mais difícil.

    REINO DE ÁQUILLA

    ㅤㅤCom a prisão de Marion e a retomada de Aquilla, Ícarus nomeou seus sucessores regentes na vassalagem aquilliana. Redividiu então o reino em Norte e Sul outra vez, dando a cada rei uma coroa.

    ÁQUILLA DO NORTE: Há muito tempo atrás, as lendas relatam que entre Áquilla do Sul e Áquilla do Norte havia um espaço enorme, uma vasta imensidão de terras… Que perdeu-se com o Cataclismo. O que antes era chamada de América Central spraticamente umiu após um tsunami afetar as terras, e com exceção de três ilhas (onde antes era Trindad e Tobago, Jamaica e as Bahamas) tudo desapareceu. Essas ilhas são terras de pescadores, populações ribeirinhas e claro, o antro da pirataria, principalmente a ilha chamada Tortuga (antiga Trindad e Tobago). Áquilla do Norte surgiu no que antes era conhecido por Canadá, e devido às movimentações das placas tectônicas, as ilhas do Canadá se aproximaram demais do que antes era conhecido por América do Sul. Procurando estabelecer um ponto único para concentrarem-se e iniciarem suas novas vidas, os magos se fixaram naquela que viria a ser chamada de Cidade do Nevoeiro, por conta da frequente névoa que cobre parte de seu território.

    KÄLTENN

    ㅤㅤA principal parte da Cidade do Nevoeiro antes era o lar dos Altharians. Agora, porém, Kältenn é o lugar em que qualquer altharian é inteiramente proibido de colocar seus pés. Após casas serem tomadas, a taxa de mörders e feiticeiros se expandiu gradativamente - e os warlocks encontram-se em total domínio. Casas foram incendiadas, Justines vestindo o negro surgiram no meio da noite para atacarem famílias que adormeciam em seus lares. O golpe veio de cima, da Rainha, e mesmo um ano depois, ainda há alguns lugares que encontram-se inabitáveis por conta da violência que houve. Kältenn agora é basicamente a sede de estudos do distrito norte, visto que amplificaram os locais e campos de pesquisa. Em um ano, tornaram-se grandes produtores de armamentos, se tornando uma potência bélica de renome. Porém, há muitos mais segredos em Kältenn, que ninguém mesmo consegue imaginar. Como faz fronteira com Irh em Áquilla do Sul, uma grande ponte liga um país a outro.

    STALHAN

    ㅤㅤVisto que Stalhan abriga o maior mercado negro de todo o território de Áquilla e tem um dos centros comerciais maiores de todos os dois reinos, é um dos lugares mais frequentados por todos os tipos de classes sociais que é possível existir - desde o nobre atrás de um assassino até ao próprio assassino desejando ter algum armamento novo por um preço mais barato. O lugar é inteiramente planejado para que seja a residência dos comerciantes e pessoas menos afortunadas que trabalham para aqueles que tenham mais dinheiro. Entretanto, Stalhan não é sinônimo de pobreza: conta com uma escola de educação básica, um grande hospital disponível para toda a população e também estabelecimentos de renome por todo o Novo Mundo. É comum que durante o inverno as lareiras fiquem sempre acesas, para providenciar o calor necessário, além de um abrigo oferecer para os mais pobres algumas noites de jantares - sopa quente. Afinal, para ter um reino, é necessário ter súditos, não?

    STAUBBE

    ㅤㅤAntes era o distrito reservado àqueles que não tinham qualquer fortuna e para aqueles moradores de rua. Foi um distrito pensado para que as ruas de Stalhan não fossem habitadas pelo povo “Sujo” - pelo povo hexer, pelo povo pobre. A fome aqui é comum, assim como as taxas de mortalidade que aumentam durante o inverno rigoroso. Com a queda dos Altharians, a Rainha Vermelha criou um lugar para os “criminosos”. Conhecida pela Fortaleza das Sombras - um lugar tão terrível que muitos até mesmo cometeram suicídio antes mesmo de chegarem ao Forte -, a prisão é agora o lar dos mörders mais horripilantes que foram capturados e também de feiticeiros que outrora não eram julgados por conta da hierarquia social. A Fortaleza das Sombras é um lugar certamente tenebroso, com condições precárias - o que não diferencia muito do resto desse distrito tão esquecido e amaldiçoado.


    ÁQUILLA DO SUL: Local ensolarado boa parte dos dias do ano, sobrevive através do comércio, da pesca e da agricultura, e principalmente do turismo. Repleta de paisagens incríveis, é uma ilha ideal para todas as pessoas que desejam relaxar em qualquer circunstância - aqui, o período que mais parece atrair os viajantes é o verão e Áquilla do Sul recebe todos de braços abertos, com um povo simples mas nitidamente simpático, calorosos e festeiros são o reflexo do seu antigo monarca: Ícarus Belmont.

    IRH

    ㅤㅤCom a tomada de Áquilla, Irh foi totalmente reformada, mantendo a arquitetura renascentista e barroca, com fontes de água quente e suas famosas casas de banho. É o lar dos nobres e pessoas mais abastadas. As ruas são de calçamento de pedra, a iluminação é feita com óleo que não deixa cheiro e é aqui também onde se concentra a maior quantidade de artistas, bardos, e pessoas ligadas à sétima arte. É também onde fica a principal estação de trem do reino que liga Áquilla do Norte `Áquilla do Sul.

    MOND

    ㅤㅤÉ um local repleto de arquitetura simplista, mas elegante: cores alegres (e com predominação das cores claras e frescas), ruas estreitas, e não é comum ver as pessoas estressadas, e por todas as cidades - especialmente as do interior - é fácil de se encontrar hotéis e hospedarias, além de restaurantes, escolas públicas, locais bem agradáveis que proporcionam descanso. É conhecida por ser a “Ilha da Liberdade”, uma vez que seus habitantes são, em sua maioria, pessoas que não se importam com a vida alheia. Oferece paisagens que parecem ter saído de livros de história, com toda a sua beleza natural e preservada. É raro encontrar pessoas insatisfeitas com suas vidas e mais ainda com rebeldia - mas sempre há aqueles que buscam agito e acabam indo embora da pacata ilha para viver em lugares mais agitados. É em Mond que se encontra o Porto Principal - o lugar em que os navios aportam aos montes e também onde há turistas aos montes.

    DÄRTKIN

    ㅤㅤQue Áquilla do Sul vivia anteriormente da agricultura e do turismo, todos sabem. Contudo, com o domínio da Rainha Vermelha, foi criado um distrito especialmente dedicado à agricultura e com a retomada de Áquilla, o desenvolvimento dele se manteve. Därtkin foi criado para que a produção agrícola seja o maior foco, unido ao turismo, trazendo mais lucro ao país do Sul. Aliás, o Novo Mundo inteiro já sabe que aqui existem os melhores vinhedos e plantações. Casinhas pequenas dispostas em muitos hectares de terra providenciam que Därtkin seja também alvo de turismo com aqueles que desejam se aprofundar principalmente na área culinária. Enfrenta um grande problema de êxodo rural, pois parte da população de Därtkin tem migrado para Ywron com a promessa da vida na cidade.

    YWRON

    ㅤㅤYwron é um pequeno vilarejo em ascensão com características das antigas vilas polacas e alemãs, fica mais ao sul possível do reino, perto de onde antigamente era a Patagônia. No período da guerra foi um campo de refugiados magiers e hoje encontra-se numa constante alavancada recebendo moradores de vários lugares do campo do sul a fim de enfrentarem a vida na cidade. Possui uma micro-empresa têxtil de tecnologia bastante rudimentar com fiandeiras e tecelãos.

    ALANDURIA

    ㅤㅤDesde os primórdios, diz-se que a grande Magik conversou com a Gäea, a grande mãe da natureza, e pediu um lugar para que ela pudesse reinar e cuidar, além de proteger. Gäea, compadecida com o pedido da Asynjuir e mãe da magia que queria apenas um local para que pudesse repousar. E ela se empenhou em uma tarefa árdua, e quando os primeiros humanos começaram a surgir, a deusa da magia empenhou-se em deixá-los bem com o lugar maravilhoso que Alanduria tinha transformado-se. Porém, ao perceber as grandes ambições do povo, corrompidos através do século, Magik recusou-se a continuar a ajudá-los da mesma forma. Ocultando sua presença, permaneceu abençoando as terras: deixou a Árvore da Quintessência também escondida e, após o fim do Cataclismo, caiu em sono profundo no mesmo local - o que produziu um manto para ocultar o lugar: as brumas de Magik.

    ㅤㅤApós esses eventos, os séculos se passaram. Alanduria tornou-se um local inteiramente habitado por magos que não viam sentido em possuir títulos nobiliárquicos, se concentrando muito mais no aprendizado e no engrandecimento da magia. Cada vilarejo têm o seu próprio Chefe, e dentre os dois vilarejos principais, há diferentes métodos de vida. O fato é que, anos mais tarde, o que antes era o interior da Inglaterra, a famosa e lendária ilha de Avalon (Glastonsbury) transformou-se em Alanduria, que significa em uma lígua antiga “Lar da Magia”. Reconstruindo-se das cinzas, emergiu tal qual uma fênix: com glória mesmo que silenciosa. Assim, embora tenha uma sociedade dividida entre aqueles que são ricos e os que são pobres e ainda com algum preconceito, ainda mantém-se de pé, aprendendo sempre como lidar com as divergências existentes. A abertura da Caixa de Pandora interferiu também na ilha mágica, e a queda dos magos trouxe para eles um grande desequilíbrio. Alanduria, porém, conseguiu desenvolver e resgatar antigas formas de magia, retomando o poder. Em Alanduria não existe grandes casarões nem ostentação. É um reino de pescadores com aspecto os antigos vilarejos gregos onde os vizinhos se conhecem, a maioria se conhece e preza por ajudar ao próximo. O costume aqui é o escambo ao invés da pura e simples compra e venda quer seja de bens ou serviços, embora exista um mínimo comércio de moedas de ouro.

    LANNICK

    ㅤㅤSendo a vila principal, é a grande parte responsável pela sobrevivência do povo. A extensão territorial de Lannick encontra-se no interior da Antiga Inglaterra e é um dos poucos lugares que conseguiu manter um elevado padrão de vida. Um pequeno porto localiza-se aqui, mas não foi construído para os visitantes - e sim para aqueles que ousam ir para outros continentes, de tempos em tempos. Como não há qualquer hierarquia nobre, o único realmente respeitado é o Chefe e sua família, que é o responsável por resolver os problemas que possam vir a surgir. Com uma boa estrutura, Lannick conta com uma grande área de estudo para poções e plantas mágicas, o que permite que tenham um sistema de saúde bem adiantado se comparado à Aprennia. Sobrevivem através da agricultura, e a principal característica para esse povo é que são bem independentes.

    APRENNIA

    ㅤㅤEstando mais ao interior e fazendo fronteira com Caledonnia, Aprennia é um lugar bonito demais, com casinhas construídas com pedra. Surgiu porque haviam duas famílias desejando o poderio de Chefia, e quando um deles foi banido, acabaram criando uma aldeia nova. Isso gerou por alguns anos uma guerra sem fim, mas agora os dois lados agem em cumplicidade - se Lannick possui um bom mercado no quesito poções e área da herbologia, é em Aprennia que estão as escolas de magia, com professores suficientemente capacitados a ensinar todas as crianças. Foi em Aprennia que conseguiram encontrar a nova vertente da magia e também ali que desenvolveram as melhores formas de ensinar a todos que precisarem. Aprennia possui um trio de Oráculos, que já previu a existência de forasteiros chegando - e que quando isso ocorrer, tudo mudará.

    CALEDONNIA

    ㅤㅤA imensa floresta, o lugar mágico, encantado. É aqui onde habitam as criaturas mais ferozes... E nunca vistas antes. Espíritos de luz e trevas encontraram um lar na antiga Escócia, e mesmo os habitantes dos dois vilarejos não se atrevem a passar muito dos limites da floresta. A fronteira é marcada por várias construções nas árvores: casas de madeira, improvisadas com o auxílio de técnicas básicas de construção - tanto para aqueles que desejam se aprofundar nos conhecimentos da terra de Caledonnia quanto para aqueles que desejam um pouco de paz e sossego. É um dos continentes mais misteriosos que existe, mas sem dúvidas é ele quem leva o título de incomparável beleza. Poucas pessoas realmente conhecem o lugar e menos ainda se atrevem a morar aqui, com exceção daqueles que realmente se interessam por estudos de criaturas e também de plantas. Boatos de que em certos locais, ainda é possível ouvir os embates entre o povo escocês, e também ver todo tipo de coisa imaginável. Diz-se que nessa perigosa mata virgem um novo tipo de facção vem se instalando, mas aqueles que partiram em busca de tais rumores nunca mais voltaram.

    VILAREJO DAS AREIAS

    ㅤㅤO Vilarejo das Areias é a única civilização existente em uma extensão imensa de território, estando localizado no centro do que antigamente era o Egito.Faz fronteira direta com o reino Imperial, separados apenas por uma vasta faixa de areia. O Vilarejo tornou-se totalmente independente em 317 após o Cataclismo, após uma grande revolução entre Zakashir e Lowë, quando o Rei ainda acreditava que o Vilarejo das Areias encontrava-se em seu domínio por direito, embora a família Ahashim, dominantes desde a fundação pleiteasse seu direito ao trono como descendentes dos antigos faraós. Após a revolução, os alquimistas do vilarejo ergueram uma grande muralha ao redor da cidade. Construída sobre as ruínas de uma antiga cidade, toda sua arquitetura é inspirada nos tempos dos faraós que governavam o antigo mundo milhares de anos antes do Cataclismo. É regido pela família real de Ahashim, que recebem o título de os Filhos de Rá e ao invés de denominarem a nobreza com títulos ocidentais, eles se chamam de príncipes, princesas, vizires, sacerdotes, doutores da lei e o grande comandante geral é o faraó, atualmente Setí Ahashim. Desprezam qualquer Deus ocidental, tendo parte da religião regida pelas entidades egípcias do passado e parte dedicada ao islamismo cultuando Allah.

    ZAKASHIR

    ㅤㅤNão pode ser considerada “a capital” porque é o único distrito, visto que a Cidade dos Desertos é um lugar relativamente pequeno, mas nem por isso menos poderoso. É por inteira cercada por um enorme muro, resistente e que contém uma barreira repleta de hieróglifos que a deixam mais fortes, além de alertar quando há uma invasão - seja de forasteiros ou até mesmo de ferozes criaturas que sobrevivem no deserto. É um lugar curioso de se viver, visto que a hierarquia social não chega a ser realmente respeitada, especialmente porque apenas a família merece respeito, e os demais que os servem, devem o fazer. A área mais pobre, porém, conta com mercados abertos e também vários tipos de comércio. As pessoas aqui costumam ser mais morenas que a maioria das pessoas, e a beleza de Zakashir é conhecida mesmo por fora dos seus muros, pelas mulheres e homens realmente exóticos. Foi em Zakashir que surgiram as Amazonas - poderosas guerreiras com habilidades incríveis, que trouxeram para o Vilarejo das Areias uma fama inigualável de mulheres fortes. E é também em Zakashir que fica a mais famosa feira de especiarias e itens mágicos maravilhosos, tendo em vista que é um reino com bastante fluxo de alquimistas.

    WESTRIS

    ㅤㅤO Reino de Westris há muito tempo era conhecido pelo minúsculo país de Portugal - e foi um dos lugares que acabou separando-se do continente europeu. Por muito tempo, porém, o povo da ilha manteve-se em total segredo - ocultos por segurança e por não quererem servir ao Império Dourado. Com a queda da família Real, entretanto, as coisas mudaram. Seu governo é controlado por uma força militar que domina o Império a trezentos anos, e desde o nascimento desse lugar que a intervenção da soberania Altharian em suas terras não é aprovada. Sua ambientação segue um estilo onde a tecnologia segue padrões ainda simplistas, comparados da era moderna, muito semelhantes ao que se tinha no final do século XIX e meados de 1920 antes do Cataclismo. Apenas Alquimistas residem aqui. E forasteiros não são bem vindos nem vistos com bons olhos pois toda tecnologia limitada que existe aqui só funciona no reino exatamente porque a prana existente em outros reinos interfere na tecnologia e a tona ineficaz, logo, o moradores do reino não desejam prana misturada para estragar o que eles possuem desenvolvido em Westris.

    AKRAN

    ㅤㅤSendo a principal cidade de Westris, Akran representa tudo aquilo que os seus moradores construíram com o passar do tempo. O país inteiro é protegido por aqueles fortes o suficiente para serem nomeados guerreiros, e em torno das muralhas da cidade, há sempre belas florestas mas habitadas por criaturas perigosas. É governado por Bernard Krëwicht, um homem de poucas palavras - mas muita atitude. Akran é o único local que realmente contém civilização, uma vez que toma quase oitenta por cento do continente - o que há após a imensa Grande Floresta é um mistério, uma vez que mesmo que os treinamentos militares em sua maioria ocorram ali, não há qualquer vantagem em cruzá-la.

    BAIRONG

    ㅤㅤUm reino oriental, onde um dia foi a China, a existência de Bairong é algo que por muito tempo foi questionada pelos mais estudiosos. Dotado de terras férteis, é o lar das "Quatro Escolas de Guerra", de onde se originaram as disciplinas Kënpers como as conhecemos atualmente. Sua arquitetura é exótica se comparada ao restante do mundo. Guiado pelas tradições e hierarquia, seus habitantes nutrem um forte preconceito contra os "gaijin", como são conhecidos os estrangeiros. Mantém contato com o restante do mundo apenas por suas cidades portuárias, de onde navios entram e saem para negociar produtos com o restante do mundo. Governado por uma poderosa família real, e protegidos pelo espírito do Dragão Dourado, cujo poder dizem que pode rivalizar até mesmo o dos ancestrais.

    LÖNGFÈNG

    Löngfèng é a cidade principal do Reino, a única que tem aparência e estrutura de cidade propriamente dita, uma vez que possui templos religiosos e de Artes Marciais, lojas, restaurantes, embora nada que se assemelhe ao desenvolvimento rico da Idade Média, tudo é muito feudal. Löngfèng é dividida em duas partes a porção norte da Muralha chamada Yuëliang que é a chamada Cidade da Lua, local onde residem em sua maioria artesãos, profissionais liberais, prostitutas, mercadores, e pessoas de renda mais baixa. E a porção Täiyang que fica ao sul da Muralha, a chamada Cidade do Sol, onde residem as gueixas, soldados imperiais, nobres, médicos, samurais. É também onde fica localizada a chamada "Cidade Proibida", que não é propriamente uma cidade, mas um feudo fechado no centro de Löngfèng, onde está localizado o Palácio do Imperador e a moradia de poucos e seletos nobres e guerreiros escolhidos a dedo pelo líder de Bairong.

    CANTÃO

    Não é uma cidade, mal chega a ser uma vila. Fica fora de Löngfèng, entre as Nösonzora. É o vilarejo dos kënpers de ascendência ocidental e dos estrangeiros (chamados de bairongueses pelos baironguianos) - não são bem vistos pelos moradores da Cidade Imperial, uma vez que possuem em eu território um Templo de arte marcial que permite o ensinamento a qualquer um que queira aprender e deixa a religião livre, o que para baironguianos é considerado uma heresia.

    NÖSONZORA

    É toda a zona rural do reino, inspirada nos modelos feudais do antigo Japão e da China. Aqui é mais comum que o trabalhador passe o dia no campo, colhendo ervas e plantando arroz, trigo e soja, o completo oposto da potência mundial que os asiáticos foram um dia. Vivem basicamente em feudos e a adoração e respeito a natureza é bem comum entre os habitantes de Bairong, especialmente os que habitam Xogunatos. É também na zona rural que remanesce um vasto trecho da temível Aokigahara, a floresta de suicidas da Ásia. Dizem que uma vez dentro da floresta, os espíritos brincam com sua mente. Nem mesmo poderes capazes de blindar ilusões funcionam. E se o invasor não sair da mata, a floresta se encarrega de matá-lo.

    CIDADE DA TORMENTA

    Não é bem um reino, mas uma cidade Subterrânea onde residem os inumanos. Iluminada por cristais, as casas e moradias são feitas nas próprias pedras debaixo da terra. Muitos inumanos preferem residir em tocas, ninhos, varia dependendo da espécie. Existe um Castelo no alto da colina que é onde residem Eva (a reprodutora), K e Haelena. E a Fortaleza Carhae fica ao norte, guardada pelos guardas da rainha, é onde estão presos os inumanos de periculosidade máxima e transgressores e a entrada de civis ali é extritamente proibida.



    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:52 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    REINOS, ECONOMIAS E SITUAÇÃO POLÍTICA

    Cada reino acabou naturalmente por se formar de acordo com as características em comum que uniam terras e fizeram com que as mesmas pudessem ser identificadas como um único reino. Porém, além das características de clima e ambiente, foram também as condições favoráveis ao desenvolvimento econômico que deram papel a cada reino e ajudaram a organizar o novo mundo.

    REINO DE OURO Seu nome obviamente não é gratuito. Durante muitos anos, o Reino Dourado foi a sede da família Imperial. Com o fim da guerra, uma nova política foi implantada por Ícarus, enquanto ninguém ocupava o trono de Ouro, um Conselho de nove membros, presidido por ele foi instaurado. Fazem parte do Conselho: Ícarus Belmont - líder/representante Magier; Gael Duthois e Gregorya Von Houtten - representantes Hexer; Onyx Lowëschatten e Angus Mackenzie - representantes justines; Ezarel Mouchemore - representante dos beschwörers como líder da facção; Illyria Bjerthköff e Guillaume Ul Hashven - representantes dos priests; e Ophelie Wydiarth - representante dos Altharians;

    A pouca tecnologia permitida é produzida em Arbeits, pelos cientistas do Império. Grandes grifes e joalherias também ficam na capital, da mesma forma que as melhores escolas e a sede dos grandes bancos do novo mundo. Quando os campos do Reino de Ouro produzem, é apenas para formar os ingredientes dos mais refinados gostos, como uvas para os melhores vinhos. O Reino de Ouro é amplamente abastecido pela produção dos outros reinos, apenas de também preservar várias fazendas nos povoados ao redor de sua capital - cuja produção é voltada apenas para o próprio reino. É permitida a escravidão de antigos feiticeiros no reino.

    REINO DE YMIR Destaca-se pela concentração da maior parte dos minérios e pedras preciosas encontradas no Novo Mundo, com minas tão populares que é muito comum que uma taxa de visitação seja cobrada para qualquer um que queira visitá-la. Desta forma, é pela extração desses minérios que o reino enriquece e gera empregos. É dali que se tira o ouro do qual é feito todo o dinheiro do novo mundo e, se as sedes administrativas dos bancos estão em Nova Europa, é em Diamant que estão concentrados os trabalhos de exploração de novas áreas e organização do trabalho. As joalherias mais famosas de Nova Europa produzem suas peças em Ymir, que possui também bons ferreiros para todo tipo de arma - os mais habilidosos trabalham todos para o Imperio. Uma das maiores caracterísicas deste reinado é que, diz-se, os maiores e melhores produtos de jóias e acessórios vêm daqui, sendo lançados por temporadas e fazendo sucesso no globo inteiro. É permitida a escravidão de antigos feiticeiros e escravidão de servos por dívidas deles ou de seus senhores no reino.

    REINO IMPERIAL Ou simplesmente chamado de "Imperia" tornou-se o lar dos grandes animais e também das grandes fazendas de animais domesticados. Com a ajuda de magia e ciência atual, o reino vive tanto das peles e outros artigos raros que consegue extrair de seus animais selvagens, quando pela produção de animais para o consumo humano, que, apesar de serem criados em outros reinos também, possuem maior atividade no Reino Imperial. A caça é permitida nesse reino em áreas comuns - ao redor das cidades, por entre os bosques e florestas imensos - também por interesse econômico e para proteção das cidades. Imperia ganhou grande renome ao redor do globo por possuir ainda um sistema escravista com que muitas casas ainda lucram, e além das grandes fazendas e peles comercializadas, não é raro encontrar fama por seus tecidos de ponta, especiais e também por ter a característica de ser um reino de hábitos diferentes. Além disso, conta com uma política diferente à respeito da escravidão e também de lutas, sendo comum encontrar os dois por estes lados do mundo. É o reino com maior quantidade de escravos, sendo estes a força motriz dos ludus e grandes engenhos.

    REINO DE ÁQUILLA Após a queda de Marion, Áquilla do Norte tornou-se a potência das armas - enquanto toda a economia básica da agricultura vem através do seu vizinho e aliado, o Norte se encarrega de contratar e treinar os melhores ferreiros e mestres de armas, além de manter aliança com todos os reinos, o que é de excelente resultado para seus negócios. Áquilla do Sul mantém-se atráves das colheitas, mas é especificamente no turismo e exportação de animais raros e de beleza única. Além disso, está na confecção o esmero do Sul, conhecido por ter os melhores artesões nas mais diversas áreas e também por ser o palco do entretenimento do mundo. Artistas, sejam dançarinos, músicos, atores... Todos os melhores passaram por Aquilla do Sul que, por isso também, é conhecida por ter os melhores instrumentos e grandes arquitetos. Desde antes da guerra a escravidão foi abolida por Ícarus, ao fim da guerra, ele aboliu a escravatura no Norte também.

    VILAREJO DAS AREIAS Embora seja um reino menor e consequentemente menos conhecido, recentemente o Vilarejo das Areias abriu suas portas para que negociações sejam feitas. O que não significa nem de longe que eles aceitem qualquer forasteiro que acabe em seus portões, certo? Uma vez a cada três meses, os Comerciantes das Areias - como se tornaram popularmente conhecidos - organizam uma caravana que passa nos três reinos principais de Nova Europa, visando dobrar os lucros. Com tecidos e produtos que vêm de uma cultura interna e são tão diferentes, essas pessoas valorizam especialmente produtos mágicos, e até agora, não foi citado nenhum que não cumprisse com a promessa feita por eles. Todos os habitantes do reino são considerados servos da família real, por mais que tenham liberdade, se requisitados pelo soberano ou alguém de sua família devem atender ao chamado, razão pela qual, apenas os Filhos de Rá detém escravos no Palácio Real e alguns poucos ricos comerciantes.

    ALANDURIA Sua economia baseia-se na única coisa possível - a troca dentro das duas aldeias. Em uma cooperação mútua, enquanto Lannick oferece a base da agricultura e conhecimento vasto sobre o assunto, Aprennia conta com uma vasta floresta ao seu lado e, consequentemente, a área de estudo foca-se especialmente nas plantas e suas propriedades, tendo pelo menos três famílias com fama na área de poções. Alanduria tornou-se um lugar oculto pelas brumas de Magik, mas agora que os primeiros forasteiros estão começando a chegar, os moradores precisam encontrar uma base sólida para os receber - afinal, os alandurianos estão aqui primeiro. Não é permitida escravidão.

    WESTRIS A economia de Westris é inteiramente baseada no próprio país e nas negociações que o lugar tem com o Vilarejo das Areias - os únicos estrangeiros que são permitidos nos limites do país. Akran é a capital, e o porto localizado na área norte encontra-se totalmente oculto por alguns "truques" que eles possuem. Westris não aceita outras facções no reino, sendo extremamente xenófobos com a permanência de outros que não alquimistas no país. Não são bons para receber visitantes se não forem alquimistas e não aceitam que outras facções fixem residência em seu território. Não é permitida escravidão.

    BAIRONG Nos moldes das antigas dinastias chinesa e japonesa na época da Ásia Feudal, Bairong é um reino voltado para a agricultura de susbsistência. Sua principal fonte de ligação com o mundo exterior são os templos de lutadores kënpers e o famoso clã Rozu, os fundadores do ramo mörder do Retalhador. São extremamente antissemitas com relação à kënpers que não nasceram no reino ou que tenham descendência estrangeira, pregando a supremacia e superioridade dos Baironguianos.

    CIDADE DA TORMENTA Não existe comércio em dinheiro aqui. Existe apenas o escambo entre os inumanos. O mundo subterrâneo funciona como uma colmeia ou um formigueiro. Todos têm suas funções pré-estabelecidas e os que não seguem essa função são punidos severamente e presos na Fortaleza de Carhae, o envoltório lacrado e selado por magia santa de Arcanjos há muitos séculos atrás, onde as mais temíveis e obscuras criaturas inumanas foram aprisionadas pois nem mesmo os monstros seriam capazes de tolerá-los. Os líderes da cidade são a misteriosa rainha Helaena e a entidade conhecida como K. Com a abertura da passagem da Cidade da Tormenta, vários Inumanos vêm deixando a Cúpula da Cidade da Tormenta e entrado em Novo Mundo.



    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:53 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    RELIGIÃO

    ㅤㅤO Império do novo mundo não possui religião oficial a qual impõe a todos os seus súditos, mas, pelo laço de aliança existente entre Altharians e Priests, é praticamente este o papel que a Fides Novi tem aos olhos do povo. Surgida de forma tão misteriosa quanto o retorno da Igreja após o Cataclismo, a Fides Novi, assim como a Igreja, é praticamente um espelho do que foi no mundo antigo, com seus padres, catedrais e mosteiros. A diferença, porém, foram as adaptações necessárias para que seu poder fosse mantido de forma tão eficiente quanto o era no mundo antigo. Da mesma forma como o clero tornou-se uma facção com poderes e responsabilidades no novo mundo, a Fides Novi tornou-se a base tanto do seu poder quanto da doutrinação do povo comum em relação aos Altharians. O detalhe foi simples, mas eficaz: Com o novo mundo, a doutrina agora defendida é a de que o Pai, Filho e Espirito Santo, unidos são a matéria da grande energia que regula o mundo e está seria a fonte do poder Altharian. Em outras palavras, todo Altharian seria um escolhido divino com direito a exercer poder sobre o mundo, e todos os não escolhidos devem respeito a esses seres iluminados. Porém, como o Diabo é astuto em sua eterna tarefa de tentar se equivaler a Deus, teria tentado imita-lo, dando poderes semelhantes dos escolhidos a seres impuros da terra: essa seria a origem dos Hexers. A Santa Igreja seria então o mediador, o guia, encarregado de separar os escolhidos de Deus e os do Demônios, e de proteger e indicar quem os homens comuns deveriam seguir para também alcançar a glorificação.

    Essa crença caiu por terra. A Igreja Priest agora começa uma nova pregação, voltada mais ao catolicismo tradicional, não elevando mortais independentemente da facção ao status de deuses.

    ㅤㅤMas se o Novo Mundo não consegue ser completamente uno nem politicamente, religiosamente não haveria de ser. Como acontece antes (e inclusive foi o inicio do cristianismo) o povo em dificuldades que não encontra nem no governo nem no deus vigente tende a encontrar conforto e segurança em novos crenças. Num movimento contrário ao do mundo antigo, a religião monoteísta deu lugar a politeísta. Não se sabe exatamente como aconteceu, e pelos menos preocupados com o povo, não passa de uma lenda, mas há nas aldeias mais afastadas das capitais e com menor poder a crença chamada Arcania, que muitos dizem ter se originado de um poema ou de escritos já perdidos, que diz que, durante o Cataclismo, o mundo só foi salvo por conta do poder de sete escolhidos, e seus aliados, cada um com uma característica que os tornariam únicos. Esses escolhidos teriam salvo o mundo e, após isso, desaparecido no mundo. A partir dai, a lenda diverge: alguns dizem que são imortais e ainda estão pelo mundo, escolhendo seus semelhantes e criando um grande exército para governar o mundo da maneira correta. Outros dizem que pelo grande poder necessário para salvar o mundo, após do Cataclismo eles teriam caído em um sono profundo, e aos poucos, estariam despertando ao sentir a necessidade que o mundo tem deles, cada um em uma época diferente. Assim, os despertos esperam por seus iguais, os recém-acordados procuram por se identificarem e os que ainda repousam estariam próximos do despertar.

    Essa crença também por terra pois fora revelado que os herois do Cataclismo são na verdade os membros da Armada de Ícarus e embora os mais humildes insistam em considerá-los semi-deuses, sabe-se que seus poderes vieram diretamente das mãos de Magikä, que não é considerada deusa pelos priests, mas uma entidade ao lado do Altíssimo.

    A MEDICINA
    ㅤㅤEmbora antes do Cataclismo as doenças não fossem mais tão populares, uma das principais preocupações dos magos após esse evento é que todo o equilíbrio saudável dos seres humanos encontrasse uma interrupção - e tal preocupação mostrou-se necessária. Inicialmente, populações pereceram por conta de pragas que mataram um número imenso de pessoas que, atingidas por doenças infecciosas, não podiam pagar por medicamentos caros. Foi quando magos se comprometeram com os estudos da área medicinal, descobrindo plantas e suas propriedades mágicas, além de se aprofundarem cada vez mais em magias da área em questão. Hospitais existem em todos os distritos, variando mediante as condições sociais em que se encontram. Os médicos são respeitados, e seus treinamentos são através de anos de estudo e prática, sendo necessário ter exímia habilidade e conhecimento da área de herbologia. Pensando também na possibilidade de superlotação do mundo - novamente -, os magos não demoraram em desenvolver métodos contraceptivos: poções são distribuídas gratuitamente em todos os hospitais e farmácias para evitar que as mulheres (especialmente aquelas de classe mais baixa) tenham muitos filhos e isso gere problemas demais. O que, ainda assim, não impede de forma alguma a existência de muitas famílias grandes, em especial das classes mais pobres.

    A MODA
    ㅤㅤA moda acompanha a sociedade - quanto mais o tempo passa, mais isso fica nítido e claro. Afinal de contas, enquanto os seres humanos estiverem no topo da cadeia alimentar, tudo irá girar em torno deles. A linha que separa o moderno do antigo é sutil; os nobres estarão sempre usando aquilo que os deixam com mais poder, enquanto os cidadãos vestem aquilo que conseguem comprar. Moradores dos distritos mais ricos utilizam roupas com materiais mais caros e modelagens mais perfeitas. Os moradores dos distritos pobres usam aquilo que podem comprar com o dinheiro que ganham: roupas de segunda mão, que lembram a plebe do munto antigo. Enquanto isso, os nobres fazem questão de mostrar para todos ao redor o tamanho de suas forças econômicas, afinal de contas, muitas mulheres ainda acreditam que quanto maior for o destaque e mais espalhafatoso for o vestido, mais a fama e o dinheiro serão perceptíveis.


    ㅤㅤOs tecidos mais leves e também o clássico jeans não são raros - sendo reservados àqueles que geralmente são mais pobres e trabalham nas áreas urbanas, mas não há impedimento de ver nobres com alta costura usando estes tecidos. Os estilistas mais renomados geralmente fazem desfiles aos nobres e poderosos, sempre lançando novas tendências, mas mantendo a classe e beleza.



    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:54 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    CALENDÁRIO

    ㅤㅤO calendário divide a história em duas linhas: Antiga Era, que é o que antecede ao Cataclismo, e a Nova Era, que marca o início de um novo momento no globo. Os fatos históricos dizem que há muito tempo, o mundo sofreu uma catástrofe de dimensões gigantescas. Poucos realmente sabem do que ocorreu, porque as teorias se misturam à história e tudo foi sendo esquecido com o passar dos séculos. Hoje, séculos após os eventos que marcaram o que seria o fim do Antigo Mundo e o renascimento da humanidade, estamos no ano 501 da Nova Era.

    ㅤㅤO Calendário do Novo Mundo segue contendo 12 meses, divididos em homenagens aos principais "fundadores" - pessoas que desempenharam um grande papel na construção do Novo Mundo. Porém, com a ascensão dos feiticeiros ao poder, muitos dos eventos e comemorações foram rejeitados pela nova facção no poder.



    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:56 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    AS ESTAÇÕES


    PRIMAVERA

    04/SEMYER › 20/URIC
    ㅤㅤFinalmente a hora de guardar os pesados casacos e cobertores! A bela estação das flores, quando os campos verdejantes enchem-se de cor e alegria após o inverno cinzento! Quando tudo renasce e fica mais belo. É uma época em que ocorre o florescimento de várias espécies de plantas, inclusive as plantas mágicas - que encontram nas temperaturas amenas e um clima agradável a melhor forma de (re)nascer. Embora o frio não esteja totalmente ausente, os dias ensolarados e clima fresco tornam-se mais presentes, especialmente porque os jardins começam a florescer. Áquilla do Sul ganha o belo Festival das Flores no terceiro mês porque suas temperaturas variam entre 18ºC ─ 25ºC. O Reino de Ouro, por sua vez, conta com as temperaturas variando entre 20ºC ─ 25ºC, com dias frescos e vibrantes. O sol demora um pouco mais a se por já, e Aquilla do Norte e Ymir agradecem pelos dias mais quentes e confortáveis, já que nessa temporada não há tanta chuva e as variantes são de 16ºC ─ 23ºC. Em Imperia e no Vilarejo das Areias, o sol já começa a brilhar com intensidade e é o momento propício para iniciarem os preparativos dos festivais de verão, com as temperaturas entre 22ºC ─ 28ºC.

    VERÃO

    21/URIC › 20/EZRA
    ㅤㅤFechem as portas do inferno porque o verão é a estação mais quente de todas e também a que contém menos chances de chuvas - fora as tempestades abruptas com trovoadas que ocorrem durante poucos minutos. Dias ensolarados, com temperaturas elevadas quase sempre em torno de 25ºC ─ 40ºC no Reino de Ouro, enquanto em algumas regiões específicas - como em Áquilla do Norte, as temperaturas são mais baixas, sendo a média de 20ºC ─ 30ºC. O Reino Imperial e o Vilarejo das Areias possui uma taxa elevada de temperatura, caracterizado especificamente pela baixa umidade, com a média entre 35ºC ─ 50ºC. Áquilla do Sul por sua vez conta com as temperaturas elevadas que beneficiam seus moradores, sendo os três meses de maior turismo e lucro do país, com as praias mais famosas bem movimentadas e com as temperaturas médias de 25ºC ─ 45ºC.

    OUTONO

    ㅤㅤO outono é uma das estações que representa a transição entre as duas estações antagônicas: sucedendo o verão, antecedendo ao inverno. Aqui os dias já parecem se finalizar mais cedo e as temporadas de chuvas são frequentes, podendo chover durante dias seguidos em alguns locais como é o caso de Áquilla do Norte e Ymir, que demonstram semelhanças nesta estação e apresentam um frio mais ríspido que no Reino de Ouro, suas temperaturas variando entre 10ºC ─ 15ºC. Já o Reino de Ouro apresenta as mínimas entre 13ºC ─ 18ºC, podendo ter tempestades. Pessoas preparam-se para o rigoroso Inverno e colhem as últimas colheitas antes de a neve os atingir, enquanto que Imperia e Áquilla do Sul não são muito afetados pela mudança de estação, as praias continuando abertas para os banhistas mais aventureiros com suas temperaturas variando entre 16ºC ─ 20ºC.

    INVERNO

    01/SINGRID › 03/AVA
    ㅤㅤÉ a estação mais agressiva na maior parte do mundo, por isso, prepare seus casacos, sobretudos, cachecois, botas e fique sempre perto de uma lareira. Durante esta estação, os dias são mais curtos e as noites mais longas. As temperaturas no Reino de Ouro variam entre 10ºC ─ 0ºC, podendo haver temperaturas negativas durante a noite. Isso não tira a beleza do sol durante o dia ao refletir sobre as paisagens tomadas de gelo, mas certamente não facilita em nada as vidas das classes menos afortunadas que precisam lidar com o frio. Em Áquilla do Sul, em Imperia, e Vilarejo das Areias, mesmo durante o inverno as temperaturas não chegam a ultrapassar as máximas de 18ºC ─ 8ºC, variando sempre entre dias gélidos e com muitas chances de dias chuvosos. Áquilla do Norte e Ymir, porém, são os locais que enfrentam as temperaturas mais baixas, sendo a média variável entre 5ºC e temperaturas negativas durante o período do segundo mês, dia e noite.

    FAUNA E FLORA

    ㅤㅤA fauna e flora também sofreram com o cataclismo, mas não tanto quanto a população mundial. Com os desastres naturais por todo mundo, os maiores danos ocorreram nas ilhas que desapareceram, nos litorais que foram cobertos pelos mares e áreas mais propensas a terremotos e vulcões, que acabaram dizimadas. Especies que já estavam em extinção foram as que desapareceram, tanto na fauna quanto na flora. Depois do cataclismo, houve um programa de recuperação muito grande feito por magis para reposição de culturas e animais necessários para a vida humana, enquanto a vida selvagem foi salva, em segredo, pelos elfos no interior das florestas.

    ㅤㅤ O resultado disso é que, dentro dos reinos e próximo as cidades desenvolvidas, o que se encontra mais facilmente são animais e plantas domesticadas, enquanto no interior das florestas tanto plantas quanto animais são mantidos ainda mais selvagens do que antes do cataclismo. Animais das florestas e selvas sofreram mutações de ordem contraria a domesticação, ficando maiores e com presas e dentes mais afiados do que antes do fim do mundo, enquanto os domesticados ficaram menores, mais dóceis e passaram a produzir mais; a mesma distinção se faz na flora. Tanto animais quanto plantas com propriedades mágicas são raros e, para a população geral, as vezes são tratados até como lendas. Só os mais baixos, ou os mais altos da sociedade, sabem onde encontrar - bem como fazer uso e negociar - essas propriedades.


    PMEmail
    ^
    Wrath of the Righteous
     Posted: Feb 9 2017, 12:57 PM
    Quote
    If you have nothing to fear you have nothing to hide
  • Ocupação
  • ADMINISTRADOR
  • Idade
  • 999
  • Player
  • DZ

  • Group Icon
    N/A
    O mundo não é mais o mesmo. E nunca será.
    328
    posts


    TECNOLOGIA

    ㅤㅤA tecnologia é evitada pelas pessoas do Novo Mundo, assim como também proibida em determinados casos pelo Império. Tudo que era considerado essencial para a sobrevivência humana foi deixado, como meios para preservar alimentos, aparelhos médicos (mesmo com o uso da medicina mágica), meios de transporte que não agridam o ambiente (trens, barcos aéreos e embarcações marinhas). Os rádios são usados para o entretenimento humano e também para informar os cidadãos, televisões possuem um sistema de projeção (como era usado nos cinemas), mesmo que as pessoas não as usem muito pela falta de programas. Computadores e celulares são praticamente impossíveis de se encontrar e igualmente proibidos, todo e qualquer dispositivo móvel dotado de tecnologia já não existe mais, e máquinas de fabricas e domesticas são fortemente reguladas pelos cientistas do império e os justines. Os únicos que detém todo o alcance da tecnologia são os Technomancers.

    ㅤㅤJá que em parte o Antigo Mundo foi destruído por conta do uso da tecnologia em excesso, a mesma foi basicamente excluída durante a reconstrução do Novo Mundo, sendo utilizada apenas no necessário. Os meios de comunicação tornaram-se bem mais restritos no novo mundo, isso quando se exclui as formas de comunicação que funcionam através de magia, visto que estas estão longe de estar a disposição de toda a população dos reinos. Mensageiros são especialmente usados pelos nobres, que nunca confiam suas mensagens aos correios comuns, que são facilmente vitimas de acidentes e roubos. Quando o transporte de mensagens não é feito por um mensageiro particular, os correios contam com duas formas de transporte de mensagens por terra: cavalos (mais rápidos e também mais caros, geralmente entregam apenas uma mensagem para a qual são especialmente contratados), e carruagens (neste caso, o envio é de várias mensagens de uma só vez, o que significam muitas paradas, caminhos que incluam várias cidades diferentes e conexões longas, é o tipo mais barato e mais demorado de se enviar algo); da mesma forma, mensagens que precisam atravessar o mar podem ser feitas tanto por barcos comuns quanto por barcos voadores, sendo o primeiro mais barato que o segundo, e ambos mais caros do que os meios terrestres.

    ㅤㅤ Os magos mantiveram porém algumas coisas básicas: como os distritos mais nobres e ricos possuindo geladeiras e fogões à gás, além de iluminação. Cada reino conta com um ponto principal onde há o Gerador Unificado, que é o que os magos utilizam para manter a energia elétrica funcionando. Uma situação padrão é que apenas os estabelecimentos registrados podem possuir a tecnologia mínima - a geladeira e os fogões -, e os distritos mais pobres (como é o caso de Bahnem, por exemplo) não contam com essas vantagens, tornando necessária a presença de lareiras dentro de casa durante os dias invernais. ㅤㅤ

    MEIOS DE TRANSPORTE
    ㅤㅤVeículos motorizados não existem mais, sendo assim, os meios de transporte mais comuns entre as cidades e que formam o trânsito, é através das carruagens e carroças. O primeiro tipo é o mais comum dentre os nobres e também abriu o mercado de aluguel de veículos - contando com vários modelos que procuraram sempre trazer alguma melhora. Podendo ser aberta ou fechada, as carruagens costumam ser veículos bem montados que são guiados por cavalos e um cocheiro. Para as classes inferiores, é comum que utilizem carroças - veículo principal utilizado para cargas e utilizado no meio rural, sendo puxados por cavalos, burros e jegues.


    DISTRITOS REINO DE OURO (Carroça)

    VIAGENS ENTRE PAÍSES


    ㅤㅤAnteriormente, os TRENS eram usados exclusivamente sobre o pretexto de transportar cargas pesadas e armamentos. Agora, contudo, as linhas ferroviárias foram construídas para darem à população um meio de transporte que facilite a vida das pessoas através da marca de ferro de Impéria. Há três estações principais: a Estação de Dunya, no distrito de Einfach (e uma linha especial para as cargas que param em Arbeits), a Estação Lyhar localizada no reino de Ymir, em Granit. E a Estação Ruwa, localizada em Hirsch, no Reino Imperial, sendo esta a maior delas.

    DISTRITOS REINO DE OURO

    ENTRE PAÍSES

    ㅤㅤOs BARCOS são os meios mais comuns de viagem entre os reinos - especialmente porque a pirataria e exploração de novas terras ainda é algo que está em alta no Novo Mundo. Os navios costumam ser pesados, feitos de madeira resistente e contam com tamanhos variados. Há tipos de navio indicados para guerra - os mais utilizados pelos piratas -, mas também há os especiais para as viagens da população: estes costumam ser mais leves, contando com cabines que vão da classe A até a D - sendo a classe A pertencente aos mais ricos e a D aos que não possuem uma condição tão alta de vida, viajando nos últimos andares com todos os outros, dormindo em redes e colchões de palha.

    ㅤㅤApesar de possuírem uma tecnologia relativamente simples, os ZEPELINS são aeronaves que podem atingir tamanhos colossais, assim como os barcos. Outrora utilizado apenas para transporte de cargas, agora foram modificados para se tornarem uma estrutura sólida e segura, na qual ficam o maquinário e os passageiros, sendo anexada a uma grande estrutura de tecido ou couro. Essa estrutura é preenchida ao máximo com hélio (um gás muito mais leve e menos denso que o ar), o gás por ser mais leve que o ar, ele tende a “subir”, e dessa forma, carrega consigo toda a estrutura do zepelin. Foram os próprios magos do Reino de Ouro que o aprimoraram. É claro, porém, que toda a velocidade de um zepelin é estimada através das condições climáticas, que sempre afetam as viagens, tornando-as mais rápidas ou atrasando-as mais.



    PMEmail
    ^
    0 User(s) are reading this topic (0 Guests and 0 Anonymous Users)
    0 Members:

    Topic Options
    Add Reply
    New Topic
    New Poll


     


     

    Affiliates [ View All | Link-us ]
    LAST TRAIN HOME Win or Die Epifania Tenebris Libertas Like A Stone Instituto Durmstrang Reds and Silvers Pokemon Imperial Dead Memories At All Costs